Home / Notícias / A matemática no nosso cotidiano
A matemática no nosso cotidiano

A matemática no nosso cotidiano

MAT

Autora: Lenara Tomasi Molinari

Sabe-se que a matemática é uma das áreas do conhecimento mais antigas e atraentes. Sua aplicação auxiliaram as civilizações a desenvolverem-se. Na antiguidade, foi muito utilizada em medições de terra, por pastores de rebanho, no comércio e nas medidas de tempo. Isso faz com que nossos alunos percebam a existência de uma ciência que se faz presente até hoje em nosso dia a dia.

A matemática está presente em todas as tarefas do nosso cotidiano, ao acordar, o despertador marca as horas aplicando a contagem do tempo, quando compramos um simples pão pro café da manhã ou até em um investimento financeiro. Contudo, a matemática não é bem aceita por nossos alunos, pois exige deles um grau de memorização e uma boa linha de raciocínio, esta dificuldade faz com que eles se distanciem de sua prática no dia a dia.

Quando transmitimos ao nosso aluno que a matemática está em toda a parte e não somente no conteúdo trabalhado em sala de aula, ocorrem dúvidas sobre sua importância. Mas basta exemplificarmos á eles como estamos cercados por ela: o número que calçamos, nossa altura, nosso peso, que quantidade de alimentos e líquidos ingerimos,o tamanho da nossa sala de aula, em quantos somos, a medida de sua mesa, quantas janelas possuem a sala, quantas classes, etc. Assim conseguimos enumerar muitas outras situações da presença dos números em nosso cotidiano.

A Matemática está no nosso calendário, na economia doméstica, na medicina, na arte, nas indústrias, na aviação e até mesmo fora da Terra para medir distâncias e gravidades. Até mesmo no nosso lazer a matemática está presente, quando assistimos a uma partida de futebol e calculamos o saldo de gols do campeonato, da probabilidade do meu time ser campeão ou não.

A matemática é uma forma de ler a natureza também. Através da matemática, especialistas conseguem saber o comportamento cíclico das marés, com isso, calcular com precisão como vai se comportar nosso clima. As abelhas constroem seus favos de mel em formato de hexágono, um exemplo que, com certeza, despertaria a curiosidade nos alunos para ser trabalhada a geometria.

“Não há nenhum ramo da matemática, por mais abstrato que seja, que não possa vir a ser aplicado, mais cedo ou mais tarde, aos fenômenos do mundo real.”(Lobachevsky)

Comentar

Your email address will not be published. Required fields are marked *

*

Ir para o topo